Tour: Voeckler faz “bis” nos Pirenéus, Wiggins conserva liderança

O ciclista francês Thomas Voeckler (Europcar) ganhou hoje a etapa rainha dos Pirenéus da Volta a França, após 197 quilómetros entre Pau e Bagnères-de-Luchon, enquanto o britânico Bradley Wiggins (Sky) se manteve no topo da classificação geral.

Voeckler, que já tinha vencido a 10.ª tirada, concluiu o percurso em 5:35.02 horas, seguido pelo dinamarquês Chris Sorensen (Saxo Bank), 1.40 minutos atrasado, e do espanhol Gorka Izaguirre (Euskaltel), a 3.20 minutos de distância.

O dono da camisola amarela, Wiggins, chegou na 12.ª posição e segue com 2.05 e 2.23 minutos de vantagem sobre o colega e compatriota Chris Froome e o italiano Vicenzo Nibali (Liquigas), respetivamente.

Anúncios

Tour: Rolland dá segunda vitória seguida a França e Europcar, Wiggins aguenta

 

O ciclista francês Pierre Rolland (Europcar) imitou hoje o seu colega Voeckler, vencedor da tirada anterior, e triunfou na 11.ª etapa da Volta a França, jornada de alta montanha entre Albertville e o alto de La Toussuire.

O gaulês Thibaut Pinot (FDJ) e o britânico Chris Froome (Sky) terminaram 55 segundos depois de Rolland – cumpriu os 148 quilómetros em 4:43.53 horas -, nos segundo e terceiro lugares, enquanto o britânico e dono da camisola amarela de líder, Bradley Wiggins, foi oitavo, incrementando a sua vantagem sobre a concorrência para mais de dois minutos.

O “escudeiro” de Wiggins, Froome, ascendeu ao segundo lugar e o italiano Vicenzo Nibali (Liquigas) ao terceiro, uma vez que o campeão em título, o australiano Cadel Evans (BMC), caiu na geral e é agora quarto posicionado. O português Rui Costa (Movistar) atrasou-se e ainda não cortou a meta, bem como o outro português na prova, Sérgio Paulinho (Saxo Bank).